Fique por dentro Podcast: cada vez mais presente nas estratégias de comunicação

O podcast é mais uma ferramenta de comunicação importante para as empresas, atingindo público diversificado e qualificado. Mas, antes de continuar, você sabe o que é um podcast? Vamos começar com a explicação.

Imagine um programa de rádio, mas sem a emissora de rádio. Só o programa. Em vez de sintonizar numa estação, você acessa pela Internet, seja por meio de um site, rede social, e-mail ou nas plataformas de streaming de áudios, como Spotify, Sound Cloud, Deezer, Apple Music e Google Podcasts.

O podcast é uma ferramenta poderosa e muito democrática, pois a maioria é gratuita, que ganha cada vez mais espaço no marketing de conteúdo das empresas. Seu grande diferencial, comparado a textos e vídeos, é que não é preciso parar o que está fazendo para ouvir o podcast. Muita gente escuta na academia, durante a corrida ou caminhada, lavando louça, no ônibus ou metrô, pedalando, dirigindo. São perfeitos para quem tem uma rotina intensa, e quer aproveitar todo tempo possível para aprender mais sobre algum assunto, absorver conteúdo relevante ou se divertir.

Há diversos tipos de podcasts. Eles podem ser temáticos, contar uma história, apresentar entrevistas ou debates. A Spotify, por exemplo, lançou a primeira áudio-série brasileira. "Sofia" é uma obra de ficção que conta a história de Helena, contratada por uma empresa de tecnologia e inovação para ser uma das pessoas por trás da “Sofia”, a inteligência artificial deles. A atriz Monica Iozzi dá voz à Helena, e você pode escutar tomando sol à beira da piscina.

Segundo a ABPod (Associação Brasileira de Podcasters), existem cerca de 34,6 milhões de ouvintes de podcasts. É uma das mídias que mais têm crescido nos últimos anos. Já existe até o Dia do Podcast, que é 21 de outubro!

Sabia que o Brasil é o segundo maior mercado do mundo para podcasts? A pesquisa mais recente sobre o tema é de 2019. Realizada pela plataforma Deezer, mostrou que o consumo de podcasts no país cresceu 67% naquele ano. Concorrentes da Deezer, como Spotify, Apple Music e Google Podcasts, também têm registrado alta na demanda desde 2018. Os números reforçam que está na hora de a sua marca adotar esta mídia, e criar conteúdos interessantes para os diversos públicos.

Versatilidade na escolha dos temas e facilidade para distribuir o material são as grandes vantagens do podcast. Para as empresas, podem ser ações dentro do Plano de Comunicação, para transmitir mensagens mais aprofundadas para um público segmentado e qualificado. Isso ajuda a melhorar a reputação, entre outros ganhos.

Vamos exemplificar. Algumas marcas têm como estratégia de negócio serem percebidas como superespecialistas em sua área de atuação. Uma maneira de enaltecer essa expertise é por meio do podcast. É possível criar um programa semanal para falar sobre o segmento, com entrevistas, números e outras informações. Aos poucos, a audiência vai enxergar a empresa como especialista no assunto.

Criar um podcast não é muito complicado, mas demanda investimento, local com boa acústica para as gravações, equipamento adequado e profissionais experientes nas várias etapas do processo de produção, sobretudo para elaborar o conteúdo. É muito mais fácil gravar um podcast do que um vídeo, mas não significa que qualquer um pode fazer, sozinho, em casa. O formato também permite que seja um conteúdo divertido e criativo, por meio de boas conversas e histórias. Contudo, não basta ligar o gravador e começar a falar.

O mercado oferece ótimas opções em conteúdo de qualidade. E apenas um podcast profissional, bem-feito, pode competir com o que já existe e, efetivamente, contribuir para tornar o ouvinte um possível consumidor, percorrendo a longa jornada de compra.

Mais recentes